Escolha uma Página

imobiliarias-de-luxo-mercado-imobiliario

Você sabe o que são fundos imobiliários? Historicamente, investir em imóveis é visto como uma forma segura e lucrativa de empregar o dinheiro. Aplicar em fundos imobiliários se torna uma boa alternativa para investimentos.

É um modelo de aplicação que não exige a compra e tudo funciona como ações vinculadas a empreendimentos do setor. As ações podem trazer lucros para quem investe no mercado imobiliário, de modo semelhante a quem aplica na Bovespa, por exemplo.

Como escolher fundos imobiliários para investir

Primeiramente, é preciso conhecer alguns conceitos básicos como oferta, taxa de vacância, novo estoque e outras frentes essenciais para compreender a dinâmica do mercado. Depois, detalha mais a fundo a análise do mercado em questão.

A popularidade desse tipo de investimento está em alta. A oferta chegou a R$10,2 bilhões em 2018, o maior valor desde 2013. Além disso, para os próximos anos, há expectativa de mais crescimento. Até 2020, analistas esperam um aporte de R$350 bilhões pelas vias digitais, mostrando que o segmento está em alta.

Os fundos imobiliários são como condomínios fechados, nos quais os apartamentos são tratados como cotas. Cada cota tem a chance de ser adquirida por qualquer pessoa que deseja se juntar ao investimento.

Em outras palavras, apesar de ser dono de uma cota, o titular não tem nenhum direito sobre os imóveis em BH. Ele não tem autorização para negociar o imóvel. Da mesma forma, o investidor também não pode ser responsabilizado em ações legais ou questões contratuais da administração dos imóveis em BH do fundo. Ele é responsável por um título do imóvel, apenas.

Imobiliárias de Luxo

As imobiliárias BH e imobiliárias de luxo também costumam ter uma equipe de consultoria para investimentos em fundos imobiliários. Essas imobiliárias BH se destacam das outras por oferecerem serviços que vão além da compra, venda e locação de imóveis. Quer saber como funcionam os fundos imobiliários? Procure por imobiliárias de luxo em BH especializadas nesse assunto. No mais, vamos falar um pouco mais abaixo.

Para começar, cada fundo de investimento aplica os recursos dos titulares de cota em empreendimentos imobiliários. Essas aplicações são feitas em qualquer tipo de projeto, como edifícios comerciais, galpões e shoppings. Também é comum o investimento de títulos bancários como as Letras de Crédito Imobiliário (LCIs) e Certificados Recebíveis Imobiliários (CRIs), que têm altas taxas de rendimento, historicamente falando.

Os fundos podem ser adquiridos por meio de ofertas públicas ou negociação direta com outros investidores. Afinal, é bem parecido com a compra de ações, mas com riscos bem menores.

Como são fundos fechados, não é possível realizar o resgate do investimento, como ocorre na bolsa de valores. Caso um cotista deseje vender o seu fundo, ele deve fazer isso na Bovespa, em Bolsa ou Balcão Organizado nos mesmos horários de pregão já usuais.

Vantagens dos fundos:

  • Valorização das cotas
  • Ganho de rendimentos mensais caso o imóvel seja alugado
  • Repasse de 95% dos lucros aos cotistas
  • Rápida negociação
  • Segurança

Como todo investimento, existem sim riscos no investimento de fundos imobiliários e o maior risco é a imprevisibilidade do mercado. Em momentos de crise econômica nacional, por exemplo, o mercado imobiliário sofre desvalorização e isso pode atingir os fundos imobiliários.

Gostou da postagem? Entre em nosso site e ache imóveis de alto padrão nas diversas regiões de Belo Horizonte. Confira, também, em nosso blog, as últimas notícias sobre o mercado imobiliário de Belo Horizonte.

Referências: Lar Imóveis, London Capital

Share This

Compartilhe!

WhatsApp chat